Vítimas testemunham contra médico que abusou de ginastas nos EUA

Nesta terça-feira começou nos Estados Unidos mais um julgamento por casos de abuso sexual do ex-médico da Confederação Americana de Ginástica (USAG, na sigla em inglês), Larry Nassar. Ele já foi condenado em dezembro a 60 anos de prisão por posse de pornografia infantil e agora é julgado por ter molestado sete meninas, sendo três delas menores de idade.

Na lista de denúncias contra Nassar, já são 140 mulheres que admitem terem sofrido abusos do médico, incluindo atletas da seleção americana de ginástica, como a estrela Simone Biles, que conquistou cinco medalhas na Olimpíada do Rio de Janeiro.

No julgamento iniciado nesta terça, algumas vítimas estiveram presentes e tiveram a chance de falar a Nassar sobre o trauma pelo qual passaram por causa dele.

“Você convenceu os meus pais de que eu era mentirosa. Usou meu corpo por seis anos para sua própria satisfação sexual. Isso é imperdoável”, disse Kyle Stephens, a primeira mulher a denunciar Nassar pelos abusos. “Você é um mentiroso repulsivo”, completou.

Clique aqui e continue lendo! 

Fonte: R7.com