Vendedor de churrasquinho foi assassinado por vingança na Serra

A equipe do plantão da Divisão de Homicidios e Proteção à Pessoa, coordenada pelo delegado Rodrigo Sandi Mori, identificou e prendeu o mandante de uma tentativa de homicídio que aconteceu na última segunda-feira, em Laranjeiras, Serra. O vendedor de churrasquinhos Matheus Venâncio Pimenta da Silva foi atingido por cinco disparos e faleceu.

O mandante do crime, o comerciante Marcelo Luciano da Silva, de 44 anos, confessou ter planejado o assassinato do ambulante. Ele contou a polícia que Matheus seria um dos responsáveis pela morte de seu filho, Vinicius Alves Penna da Silva, de 19 anos, que foi assassinado na porta de um bar, no final de março, no bairro Porto Canoa. Por impulso, comerciante decidiu fazer justiça com as próprias mãos.

Uma pistola de calibre 38 foi apreendida na casa do comerciante, na Serra. A arma pode ter sido a mesma usada no crime que deixou outras duas pessoas feridas.

As câmeras da prefeitura acompanharam a ação. Dois homens numa motocicleta adulterada se aproximam dos ambulantes e em seguida começa a correria. Segundo testemunhas, a dupla efetuou mais de 10 disparos. O eletrotécnico José Sebastião Figueiredo Pinto, de 62 anos, foi atingido por dois tiros.

Nas imagens gravadas pelas câmeras de videomonitoramento aparece uma mulher. Ela se aproxima do ambulante caído no chão e deixa o local falando ao celular. Ela foi identificada pela polícia como a esposa de Marcelo, mandante do assassinato.

Marcelo será indicado por tentativa de homicídio como mandante. As investigações continuam. A polícia agora trabalha para identificar a dupla que efetuou os disparos e a participação da esposa do comerciante no crime.

Direto da Redação, com informações de Fernanda Batista
Record News Espírito Santo / Rede SIM Sat