Uso de água residuária é tema de visita técnica em Afonso Cláudio

Aproximadamente 38 produtores rurais e oito técnicos do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) de Muniz Freire, Guaçuí, Ibitirama, Divino de São Lourenço, Presidente Kennedy e Santa Teresa participaram de uma visita técnica no município de Afonso Cláudio. O objetivo foi conhecer quatro modelos de uso da água residuária.

O sistema consiste em utilizar os dejetos na fertirrigaçao das pastagens, melhorando a estrutura do solo, diminuindo o custo de produção e principalmente a sustentabilidade da atividade leiteira, estas ações fazem parte do Programa Capixaba de Bovinocultura Sustentável.

Sobre os modelos

O primeiro modelo é mais simples, a água cai em uma peneira, depois na caixa de concreto que é bombeada para o pasto. O produtor utiliza apenas um motor para tocar a bomba d’água e a sua ensiladeira de capim. O segundo modelo é o de canhão que não tem uma abrangência e acaba entornando a água. O terceiro utiliza um sistema de peneiras para coar a água de reuso para fertiirrigaçao utilizando aspersores de baixa vazão (700 litros por hora). O último utiliza uma caixa decantadora e após esse processo, a água vai para uma lagoa e é bombeada e irrigada com aspersores de baixa vazão também.

“A vantagem é que estamos utilizando esta água com esterco que muitas das vezes estava indo para o leito dos corpos hídricos, jogando fora uma grande fonte de nutrientes necessários para o solo e para planta. Os produtores que estão utilizando relatam a diferença e economia que o sistema está oferecendo. Aqui em Afonso Cláudio temos mais de 30 produtores utilizando esta prática”, explicou o extensionista Anderson