Unidade Móvel de atendimento à Mulher estará em São Mateus neste sábado

O município de São Mateus será o próximo a receber a unidade móvel de atendimento à mulher. O ônibus estará no município neste sábado (21), das 8h às 15h, no CRAS Quilombola Zé da Ana. A ação é desenvolvida pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos em parceria com o Fórum Permanente de Enfrentamento da Violência contra as Mulheres do Campo, com o apoio da prefeitura.

O atendimento em veículo móvel tem o objetivo de atuar na prevenção de crimes e da violência contra a mulher, por meio de ações de conscientização e empoderamento das mulheres. Durante as visitas a equipe das unidades prestará serviços com psicólogos, assistentes sociais, defensores públicos e na área de saúde.

O atendimento em São Mateus vai começar às 8h e terá em sua programação palestras, exibição de filme, seções de embelezamento, serviços de saúde, realização do Cadastro Único, atividades com crianças, e atendimento psicológico, jurídico e social.

São Mateus é o segundo município a receber o atendimento das unidades móveis no mês de outubro, depois de Ecoporanga. Os próximos municípios a receberem as ações serão Santa Maria de Jetibá, no dia 24, e Aracruz, no dia 26.

Unidade Móvel

Ao todo, 20 comunidades de municípios do interior do Estado serão visitadas até o fim deste ano. Quatro cidades foram atendidas no mês de setembro: Cachoeiro de Itapemirim, Governador Lindenberg, Colatina e São Roque do Canaã; e outras duas cidades, no mês de julho: Mucurici e Pinheiros.

A unidade móvel de atendimento às mulheres serve como espaço de interação entre sociedade civil e Governo, ampliando o alcance das políticas públicas e adequando-as a diferentes realidades. O serviço disponibilizado nos ônibus é de atendimento multidisciplinar.

Grupo

O Fórum Permanente de Enfrentamento da Violência contra as Mulheres do Campo, presidido pela subsecretária de Estado de Políticas para Mulheres, Helena Pacheco, foi criado pelo decreto de nº 4072-R, publicado no dia 08 de março de 2017, pelo governador Paulo Hartung. O órgão, ligado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos (SEDH), tem como finalidade implementar estratégicas e ações previstas no Pacto Estadual pelo Enfrentamento da Violência contra as Mulheres.