Tritões FA e Macaé Oilers se enfrentam neste domingo em Vila Velha

O Tritões FA e Macaé Oilers se enfrentam neste domingo, dia 22, no campo do Tupy, em Vila Velha. A partida iniciará às 9 horas da manhã e abrirá o calendário de amistosos para o Brasileiro de Futebol Americano.

O Desafio Black Rhino de FA é uma partida emblemática no futebol americano: é realizada quando duas equipes fortes entram em campo para um embate inédito.
A importância desse jogo não está somente no confronto entre as duas equipes, mas também no fato de fazer parte das ações de preparação para o Campeonato Brasileiro de Futebol Americano, que começa em junho deste ano.

Segundo Raony Rocio, atleta e presidente do Tritões FA, o objetivo da agenda de amistosos é trazer situações reais de jogos para os confrontos, buscando facilitar o entrosamento entre os atletas. Além disso, busca também verificar quais são os pontos fortes e fracos do time para que as melhorias sejam feitas e tudo esteja preparado para o campeonato brasileiro.

O presidente do Oilers, Nivaldo Valadão, compartilha da mesma opinião que Raony Rocio: o jogo não é um desafio, mas sim um preparativo, e ainda completa: “é uma equipe de referência e é respeitada. Vamos usá-la como parâmetro para nossa preparação, tentar concertar os erros e ver onde nós acertamos também. E sempre respeitando o adversário”.

O time do Macaé Oilers está com a expectativa alta para o amistoso contra o Tritões FA. Para Marcelo Mizurine, Diretor do Oilers e atleta (Defensive End), a equipe vê nesse jogo a grande oportunidade de realizar uma partida contra o atual vice campeão da Conferência Sudeste. “A equipe conta com muitos novatos que não têm experiência em jogos e pegar um plantel de qualidade logo de cara vai ajudar nessa experiência que falta no time”, afirma.

O Macaé Oilers

Representando a cidade conhecida nacionalmente como a capital nacional do petróleo, o time foi fundado em 2013, e participa da segunda divisão do campeonato brasileiro (composta por 40 times).

Assim como o Tritões FA, o Macaé Oilers é um time formado por voluntários. Desde os jogadores ao presidente, nenhum deles recebem para jogar, o que não torna o time mais fraco. O Macaé Oilers tem em sua bagagem o vice-campeonato da Liga Fluminense de Futebol Americano (LiFFA), em 2014, e o bicampeonato da LiFFA em 2015 e 2016.

Capixaba jogando contra o time da casa

O capixaba Filipe Santos é atleta do Macaé Oilers (Guard) e aproveitará a oportunidade para visitar alguns parentes. Para ele, o placar é o que menos importa. “Nós sabemos bem a qualidade e a potência que o Tritões FA representa no Sudeste, e pra nós é uma honra poder jogar contra, seja uma vitória ou um aprendizado, nossa expectativa é sempre dar o melhor, entregar tudo dentro de campo”.

Direto da redação, com informações dos Tritões FA