Trecho da BR 101 em Iconha será desviado para construção de novo viaduto

Os motoristas que trafegam pela BR 101, em Iconha, entre os quilômetros 373,5 e 374,5 devem ficar atentos ao desvio no tráfego neste trecho, a partir desta quarta-feira (24). A alteração na pista irá funcionar até a data de conclusão da obra, prevista para julho de 2018, quando o atual traçado da BR 101 irá se conectar definitivamente ao novo trecho do Contorno de Iconha.

A intervenção é necessária já que a pista existente terá de ser bloqueada para a construção dos viadutos da interseção norte do Contorno de Iconha com o atual traçado da BR-101.

Segundo a Eco 101, posteriormente, o desvio será a alça de acesso à cidade, para os condutores que desejarem passar por dentro de Iconha. Já os que vão seguir viagem, continuarão pelo viaduto, pela futura BR-101. Além disso, nesta fase está sendo finalizada a terraplanagem em todo o traçado do Contorno. Paralelamente, serão feitas as implantações das pontes, além dos viadutos, e execução da pavimentação e sinalização da rodovia.

Os motoristas serão informados das intervenções por meio de dois painéis localizados nas proximidades das intervenções. Os letreiros irão transmitir mensagens educativas durante os 15 dias, alertando aos usuários a respeito das mudanças do percurso.

Contorno

A nova obra, promete mais fluidez ao tráfego, melhorar a segurança dos usuários e reduzir a travessia de uma hora para até seis minutos. A nova via terá cerca de 7,8 quilômetros de extensão no total – considerando os encaixes com as interseções – com duas faixas para cada sentido, separadas por canteiro central ou barreira new jersey. A obra tem previsão de ser entregue até julho deste ano.

Duplicação

Nesta atual fase, além de Iconha, as obras estão concentradas também nos municípios de João Neiva, Ibiraçu, Viana e Guarapari (nestes dois municípios com início previsto para o primeiro trimestre de 2018).

Contorno de Iconha em números:

– Extensão total de pista: 7,84 km – sendo 7,38 quilômetros de pista duplicada e o restante de encaixes com a rodovia e estreitamento de pista;
– Implantação de quatro viadutos;
– Implantação de duas pontes sobre o Rio Iconha, sendo uma para cada sentido;
– Quatro faixas de rolamento com acostamento;
– 150 empregos diretos e 200 indiretos.
– 2 milhões de m³ de movimentação de solo e rocha.
– Mais de 100 placas de sinalização.
– Mais de 35.000 toneladas de concreto asfáltico.
– Mais de 1 mil metros de bueiros e galerias.
– Mais de 22 mil metros de sarjetas e valetas.

Direto da Redação, com informações da ECO 101
Record News ES / Rede SIM