Tragédia em Linhares: polícia vai analisar celular e computador de pastor

O pastor George Alves, pai e padrasto das crianças mortas num incêndio na casa em que moravam no Centro de Linhares no último sábado terá seus equipamentos eletrônicos periciados pela polícia. A Justiça autorizou a quebra do sigilo telefônico de George.

O pastor foi preso na manhã deste sábado (28) no hotel em que estava hospedado. Ele foi encaminhado para exame de corpo e delito e depois levado para a penitenciária regional de Linhares. No início da tarde ele foi transferido para o Centro de Detenção Provisória de Viana II, na Grande Vitória.

A polícia alega que o pastor estaria interferindo nas investigações. Ele ficará preso provisoriamente por até 30 dias, tempo necessário para concluir o inquérito do caso.

Nos próximos dias o pastor deve ser novamente interrogado sobre a morte dos filhos.

Direto da redação                                                                                                         Rede Sim/Record News ES