Tradição familiar dá o sabor especial à cachaça de Castelo

A aguardente Flor do Brasil é uma das cachaças mais antigas do Sul do Espírito Santo, e leva no seu DNA a tradição na produção, passada de pai para filhos.

Fundada em 1949 pela matriarca da família, a senhora Maria da Prata Frossard, a Flor do Brasil produzia somente açúcar mascavo e como a produção não prosperou, Dona Pratinha como era carinhosamente conhecida, resolveu apostar na fabricação de cachaça e deu certo. Com o passar do tempo a produção ganhou força e envolveu filhos e netos, que continuam à frente do negócio.

Hoje a Flor do Brasil possui três tipos de cachaças: branca, amarela e especial. A cachaça branca é armazenada em tonel de carvalho. A amarela, em tonel de cerejeira e a especial são o grande destaque da marca, que vem ganhando apreciadores mais exigentes. Ela é armazenada em barris de bálsamo por um período de 8 anos. A experiência resultou em uma cachaça diferenciada, com um sabor leve e marcante.