Torcendo e pensando

No esporte sobram expectativas para que essa Seleção Brasileira de garotos traga a velha e cansada Jules Rimet, agora denominada Taça Fifa. Falar nisso, a cobiçada taça, criada por Silvio Gazzaniga e produzida por Milano Bertoni, mede 36,5 cm e é feita de 5 kg de ouro 18-quilates (75%) sólido com uma base (13 cm de diâmetro) contendo duas camadas de malaquita. A taça, que pesa 6,17kg, tem duas figuras humanas segurando o planeta Terra.

Mas não nos iludamos. Tem várias seleções que vão dar muito trabalho nesta Copa da Russia, a começar pelos donos do espetáculo. Será que vai ter ursinho chorando na abertura? Isso tudo será ate meados de julho.

Enquanto isso, na política, o ti ti ti estará fervilhando em todos partidos, visto que somente após a copa é que os dirigentes partidários deverão começar a definir as alianças para as eleições de outubro. O prazo para registro vai até 14 de agosto segundo a Reforma Política.

Senão vejamos um dos principais riscos dessa eleição. Começamos pela incerteza do quadro nacional para presidência da República, que necessariamente reflete nas alianças, ou seja, nas coligações estaduais. O partido que coligar em cima, na majoritária tem que coligar em baixo que é a proporcional.

Então aconselhamos aos candidatos e dirigentes partidários torcerem tranquilos pela nossa seleção, pois nada poderão fazer por enquanto. Como disse um velho e inteligente político. “até lá vai ficar um esperando pelo outro”.