Suspeito de assassinar ex-mulher em Cachoeiro é preso no Rio de Janeiro

A equipe da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Cachoeiro de Itapemirim prendeu, nessa quinta-feira (15), no Estado do Rio de Janeiro, Átila Morais Barbosa, de 25 anos. Ele é suspeito de atropelar e matar a ex-companheira Adriana Ornelas Carvalho, de 35 anos, no dia 23 de outubro de 2017, no bairro Monte Cristo, em Cachoeiro.

A prisão contou com o apoio da 7ª Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim e também com equipes da coordenadoria de Recursos Especiais da Policia Civil do Rio de Janeiro (Core).

“Não foi fácil a prisão dele, pois logo após o crime ele fugiu para o Estado do Rio de Janeiro. Tivemos informações – por meio de denúncias – que o suspeito estaria escondido em uma boca de fumo em Nova Iguaçu. Após quatro meses de investigação, foi possível localizá-lo. Com a ajuda dos policiais civis da Baixada Fluminense e da Core, conseguimos efetuar a prisão dele na localidade de Xérem”, contou a responsável pela Deam, delegada Edilma Oliveira.

Átila está aguardando para ser transferido para unidade prisional do Estado, onde ficará à disposição da Justiça.

O crime

Na manhã do dia 23 de outubro do ano passado, Átila atropelou Adriana, fazendo com que ela caísse da moto em que pilotava. Após a queda, o criminoso passou com o veículo por cima do corpo da ex-mulher. “Além disso, o suspeito a agrediu com chutes, deixando-a muito ferida, razão pela qual faleceu no próprio local”, explicou a delegada.

Segundo Edilma Oliveira, o crime foi presenciado por alguns populares que passavam pelo local, pois ocorreu em via pública. “Ninguém quis se identificar para testemunhar por medo do suspeito, que é conhecido no bairro Monte Cristo por ter passagens por tráfico de drogas, roubo e homicídio”, afirmou.

Direto da Redação, com informações da Polícia Civil