Seis motoristas são multados na Rua da Lama por som alto em veículo

Fiscais do Disque-Silêncio de Vitória, multaram seis veículos por som alto na madrugada deste sábado (24), na Rua da Lama, em Jardim da Penha.

Cada uma das seis multas teve valor unitário de R$ 6.534,56. Segundo a prefeitura de Vitória, desde que entrou em vigor o decreto que proíbe a utilização de equipamentos que produzem som audível pelo lado externo dos veículos, independentemente do volume ou frequência, já foram aplicadas 42 multas.

A ação contou com o apoio de agentes da Guarda Civil Municipal, da Polícia Militar e também de fiscais da Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Cidade (Sedec).

O chefe do Disque-Silêncio, Alexandro Amaral, explica que as multas são aplicadas utilizando o emplacamento do veículo e nenhuma placa é reincidente, o que mostra que, quando multado, o frequentador muda seus hábitos de ouvir som alto no local. Muitas placas, segundo Amaral, pertencem a veículos registrados em outros municípios. “O comportamento das pessoas de ouvir som alto nas ruas está mudando, principalmente aqui na Rua da Lama. Quem já foi multado, não quer outra multa salgada desta, e quem está sendo multado pela primeira vez, arrepende-se da infração que cometeu e que o levou a receber uma multa”, destacou Amaral.

Alexandro também explica que quem se sentir incomodado por som alto de veículos em qualquer ponto de Vitória deve acionar o Fala Vitória 156. A fiscalização do Disque-Silêncio irá ao local e tomará as providências necessárias. “Os fiscais do Disque-Silêncio atuam 24 horas por dia, todos os dias da semana”, esclarece.

Normas

Com o decreto, que completou um mês em vigor no último dia 16 de março, o infrator que não cumprir a ordem de redução do volume de som no veículo, ainda pode ter o equipamento apreendido e, se necessário, o próprio veículo pode ser apreendido, com a ajuda da Guarda Municipal ou da Polícia Militar.

Antes, para ser multado, o veículo que estivesse com o som alto, incluindo carros de som, tinha que ter o som aferido pelo decibelímetro – equipamento para aferimento de excesso de som. Agora, se o som alto for audível do lado externo, já é passível de multa.

Com informações da Prefeitura de Vitória