Santa Cruz comemora 461 anos com diversas atrações neste final de semana

Neste final de semana, a cidade de Santa Cruz vai comemorar seus 461 anos e a festa está recheada de atrações para todos os públicos. O evento realizado pela Prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura tem como tema: Festa de Santa Cruz – 461, Nossa história começa aqui.

A programação conta com shows, torneio de futebol, passeio ciclístico, aquathlon, tenda cultural, teatro, apresentação de curtas, stand up, circuito na areia, banda de Congo, remada ecológica, rapel, dentre outras.

Com 461 anos o balneário de Santa Cruz está situado às margens da foz do Rio Piraqueaçu, com histórias de muitas gerações que se mantém viva, por meio de casarões antigos, o cais do porto, a Fonte do Caju, um extenso manguezal e pescadores a beira do rio.

“Santa Cruz se destaca, entre seus atrativos turísticos, também pela diversidade cultural, fruto do talento do seu povo. Parabenizo todos os moradores que contribuem diariamente com o desenvolvimento do município, aceitando o desafio de fazer mais e melhor”, ressaltou o prefeito Jones Cavaglieri.

Conheça a história

Denominada Aldeia Nova, Santa Cruz foi fundada em 1556 pelo padre Brás Lourenço auxiliado pelo também padre Diogo Jácome. Tudo começou com a chegada dos homens brancos naquelas terras habitadas somente pelos índios tupiniquins, chefiados pelo cacique Maracaiá-Guaçu, ou Grande Gato. Eles chegaram em virtude do processo de catequização, fundando um núcleo de catequese que atraiu várias tribos de índios da região. Mais tarde, com a criação da Aldeia dos Reis Magos ( atual Nova Almeida) o núcleo passou a denominar-se Aldeia Velha.

Em 16 de dezembro de 1837 a Aldeia Velha tornou-se distrito. Uma lei provincial elevou o povoado a Freguesia, passando ela a fazer parte do termo de Nova Almeida. Em 1848, por Lei Provincial no. 2, a Freguesia foi elevada a Vila. O município foi criado em 3 de abril de 1848 com o nome de Santa Cruz.

Em 1860, Santa Cruz recebeu a visita de D. Pedro II, que pernoitou em Santa Cruz e até inaugurou o chafariz público. Para abrigar o imperador, foi construído o prédio onde depois funcionou a antiga Câmara Municipal, hoje um dos dois únicos patrimônios do Município de Aracruz tombado pelo Conselho Estadual de Cultura.

Clique aqui e veja a programação completa

Direto da Redação, com informações da Prefeitura de Aracruz – ES

Record News / Rede Sim