Propinoduto olímpico: como Rio foi de pior avaliada à sede dos Jogos

Do Alto Leblon para uma cela de 16m² na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, zona norte do Rio de Janeiro. O novo lar de Carlos Arthur Nuzman em nada lembra os 22 anos em que esteve à frente do COB (Comitê Olímpico do Brasil), a não ser pelos colchões dos três beliches do local, usados por atletas durante a Rio 2016. Assim como o enxoval e as camas dos detentos, todos foram doados após as Olimpíadas e atualmente representam a única relação do até então ‘manda-chuva’ do esporte nacional com os Jogos.

Clique aqui e leia mais! 

Fonte: r7.com