Produtora de Harvey Weinstein vai declarar falência

A imprensa norte-americana noticiou nesta segunda-feira (26) que a Weinstein Company vai declarar falência. A decisão surge após o proprietário da empresa, Harvey Weintein, passar a ser acusado de inúmeros casos de assédio em Hollywood.

Os jornais dos Estados Unidos relataram que o fim das negociações entre a Weinstein Company e um grupo de investidores liderado por Maria Contreras-Sweet, uma funcionária do governo do ex-presidente Barack Obama, foi providencial para a decisão.

Esse conglomerado estudava comprar a Weinstein Company por R$ 500 milhões, mas desistiu da proposta quando o Estado de Nova York abriu um processo contra a produtora por não proteger funcionárias do assédio e agressão sexual. A justiça bloqueou a operação por temer que os empregados perdessem o direito de receber indenizações adequadas.

Clique aqui e saiba mais! 

Fonte: R7.com