Procon de Vitória encontra diferença de até 44% nos preços dos ovos de Páscoa

O Procon Vitória realizou uma pesquisa comparativa de preços dos ovos de Páscoa comercializados nos seis maiores supermercados da capital e constatou que a diferença de um mesmo produto – marca, tamanho e tipo – pode chegar a 44,61%.

Enquanto em um estabelecimento o produto é vendido por R$ 26,90, em outro, ele sai por R$ 34,88. Mas o que mais surpreendeu as equipes foi a comparação feita entre o valor cobrado em um ovo de Páscoa e o mesmo tipo de chocolate vendido em forma de tablete, cuja diferença chega a 280%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 21 e 23 deste mês. Foram pesquisados 15 itens, entre ovos de Páscoa e chocolates em barra, bombons ou caixas. O levantamento levou em consideração os mesmos produtos em formato ovo e os correspondentes da mesma marca, tipo, ingredientes e valor nutricional.

A gerente do Procon Vitória, Herica Correa Souza, disse que a pesquisa de preços é uma forma de contribuir para que o consumidor vá às compras cada vez mais consciente e compre de forma a evitar o superendividamento familiar. “Decidimos mostrar não só a diferença dos valores praticados, mas também que as famílias podem manter as tradições de forma criativa e alternativa, substituindo os ovos por outros chocolates”.

Ela aconselhou as famílias a aproveitar essas datas comemorativas para trabalhar economia financeira e educar para o consumo consciente e sustentável.

“A nossa pesquisa revelou que um ovo de Páscoa de 270 gramas (tipo chocolate com cobertura de castanhas) é vendido a R$ 38,90, o que significa que 100g dele custam R$ 14,41. Com o valor do ovo seria suficiente levar um quilo, gastando apenas R$ 37,90, e ainda sobrar troco, o que representa uma diferença de 280% no preço do quilo do mesmo produto só vendido em formato diferente”.