Prefeito de Irupi é condenado à perda do mandato

A juiza da 18ª Zona Eleitoral Graciel de Rezende Henriquez condenou o prefeito de Irupi, no Sul do Estado, Carlos Henrique Emerich Storck (PSDB) à cassação do mandato, ao pagamento de multa e à inelegibilidade por oito anos. Ele foi condenador por três crimes.

De acordo com uma das sentenças da Juiza o prefeito cometeu crime de conduta vedada devido à realização de um casamento coletivo, patrocinado pela prefeitura em 2016, quando ele disputava a reeleição.

Outra sentença trata de suposta chantagem feita a aprovados em concurso público, condicionando as nomeações a apoio político, o que, para a magistrada, configurou abuso de poder político.

Storck também foi acusado pelo Ministério Público por crime de compra de votos. Ele teria superfaturado um processo de licitação com a ajuda de um empresário e combinado a execução de serviços de hora/máquina pela empresa, que teria vencido a licitação em troca de votos.

A sentença foi publicada no Diário Oficial do Tribunal do Espírito Santo, neste quinta-feira (06). As decisões cabem recurso, enquanto isso o prefeito segue no cargo.