Pará registra mais uma morte por suspeita de raiva humana

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) confirma que uma criança internada com suspeita de raiva humana morreu na terça-feira, 15, no Hospital Regional de Breves, na região do Marajó. De acordo com a pasta, já são 12 casos notificados para a doença, com seis óbitos, sendo um deles já confirmado.

Outra criança morreu na sexta-feira, 11, após ser mordida por um morcego e contaminada por raiva, em uma comunidade em Melgaço, também no Marajó, segundo informações da Sespa, divulgadas na segunda-feira, 14. Este foi o primeiro caso confirmado desde 2005.

Até o momento, quatro crianças seguem internadas na Santa Casa de Misericórdia em Belém e mais duas vítimas estão no Hospital Regional de Breves, sendo um adulto. A maioria permanece em estado grave. Coletas sorológicas foram realizadas em todos os pacientes que foram internados, inclusive os que morreram, as quais a Sespa já encaminhou para o Instituto Pasteur, em São Paulo, referência no diagnóstico de raiva.

 

Clique aqui e leia mais!

 

 

Fonte: R7.com