MPF pede ao STJ que Carlos Nuzman, ex-COB, volte para prisão

O MPF (Ministério Público Federal) pediu nesta sexta-feira (23) ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) que anule a prisão domiciliar do ex-presidente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), Carlos Arthur Nuzman, e determine sua prisão preventiva. A corte vai julgar o caso na próxima terça-feira (27).

Nuzman foi preso em 5 de outubro do ano passado, durante a operação Unfair Play (“Jogo Sujo”, na sigla em inglês), acusado de participar de um esquema que desviou recursos do Estado do Rio de Janeiro para comprar votos de membros do COI (Comitê Olímpico Internacional) e escolher o Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas de 2016.

A prisão preventiva de Nuzman foi determinada pela 7ª Vara Criminal do Rio de Janeiro e confirmada dias depois pelo TRF2 (Tribunal Regional Federal da 2ª região). Mas a Sexta Turma do STJ derrubou a decisão e, 15 dias após ser preso, Nuzman deixou a prisão.

No parecer enviado hoje ao STJ, o subprocurador-geral da República, Rogério Paiva Navarro, defende que a decisão da Sexta Turma é “incabível” porque derrubou uma decisão “provisória” do TRF2.

Clique aqui e leia mais!

Fonte: R7.com