MPES pede prisão de vereador de Nova Venécia por roubo de notebook

o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Nova Venécia, denunciou o vereador e ex-presidente da Câmara Municipal do município, Ronaldo Mendes Barreiros por crime de peculato-furto de um notebook.

Segundo o órgão, o crime aconteceu em janeiro deste ano, quando o vereador retirou o notebook do Gabinete de Vereadores IV e o levou para a casa, além disso, Ronaldo retirou o número de patrimônio do equipamento.

Para apurar o desaparecimento do objeto, o vereador pretou depoimento da Delegacia de Polícia, e negou que estivesse com o aparelho. Assim, a polícia local, cumpriu mandado de busca e apreensão na  casa do vereador, onde localizou o notebook, que passou por perícia técnica, confirmando ser o mesmo aparelho usado na Câmara.

Diante dos fatos e com base no inquérito da PM de Nova Venécia, o MPES requereu a prisão preventiva e a condenação do vereadoss pelo crime cometido. Além destes, o MPES solicitou a redução dos vencimentos do vereador em 60% durante o tempo em que durar o processo e ressarcimento por dano moral à credibilidade da Democracia e da imagem dos parlamentares em R$ 200 mil.

Clique aqui e veja a denúncia!

Direto da Redação, com informações da Ass. de Comunicação do MPES 

Record News ES | Rede Sim