MPES dá prazo de 30 dias para desocupação de delegacia em São Mateus

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de São Mateus, ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) em face do Estado do Espírito Santo para que o prédio da 18ª Delegacia Regional de Polícia Civil e “Cadeião” seja desocupado integralmente.

De acordo com o MPES, a situação do prédio é precária, com risco de descargas elétricas por conta de vazamentos nas paredes e tetos.

No local, também não há rampas ou elevadores para facilitar o acesso e alguns atendimentos são realizados na garagem. Não há saída de emergência e extintores de incêndio, o gesso do teto caiu em algumas partes, não há banheiros nas áreas comuns e nem janelas nas salas dos delegados e no refeitório.

O MPES pediu que as atividades ali exercidas sejam transferidas para um local acessível, salubre, seguro e estruturado em um prazo de 30 dias.

Com informações do Ministério Público do Espírito Santo
Record News ES / Rede SIM