Moradores de São Mateus atingidos pelo desastre de Mariana receberão auxílio financeiro

Mais de 140 pessoas atingidas pelo desastre da barragem de Mariana em 2015, receberão auxílios financeiros até o dia 18 deste mês. Os atingidos pelo crime ambiental do rompimento da barragem da Samarco em Mariana, Minas Gerais que vivem em São Mateus, no litoral norte do Espírito Santo.

Além disso, foi aplicada uma multa à empresa pela ausência da execução efetiva dos programas socioeconômicos no que diz respeito ao programa de auxílio emergencial.

Essas e outras deliberações foram tratadas na reunião do Comitê Interfederativo (CIF) realizada na última quinta-feira (14) e na qual compareceram as Defensorias Públicas da União (DPU) e do Espírito Santo (DPES).

Como houve descumprimento da Fundação Renova sobre os prazos para o pagamento de indenizações, foi aplicada uma multa pela ausência da execução efetiva dos programas socioeconômicos, principalmente no que diz respeito ao programa de auxílio financeiro emergencial. Os valores da penalidade deverão ser revertidos para compensações coletivas, especialmente em São Mateus. Além disso, restou determinado o início do auxílio financeiro para os considerados impactados em sua renda no prazo de 20 dias.  Os auxílios deverão ser pagos até final de janeiro de 2018.

Com informações da Defensoria Pública ES