Ministério Público investiga fraudes em documentos na Secretaria de Educação de Nova Venécia

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Nova Venécia, deflagrou na quinta-feira (04) a chamada Operação Jezabel, para investigar supostos crimes de falsidade documental que teriam sido praticados na Secretaria Municipal de Educação.

Estão sendo cumpridos pela Assessoria Militar junto ao Ministério Público, com o apoio da Polícia Militar, cinco mandados de busca e apreensão autorizados pela Justiça, que também concedeu, a pedido do Ministério Público, a quebra de sigilo de dados bancário, fiscais, telemáticos e do conjunto de interfaces de softwares ou APIs.

Participam da operação, além da Promotoria de Justiça de Nova Venécia, 12 policiais militares. O material apreendido será encaminhado para a Promotoria de Justiça para análise.

O nome da operação, JEZABEL, foi faz referência à história bíblica do Antigo Testamento, que traz uma rainha fenícia casada com um rei de Israel que passou a influenciar diretamente o destino do povo ditando ordens de acordo com o que acreditava ser verdade.

Direto da Redação, com informações do Ministério Público do Espírito Santo
Record News ES / Rede SIM