Ministério dos Transportes pode conceder aeroporto de Vitória à iniciativa privada

A situação dos modais rodoviário, aeroviário, portuário, ferroviário e hidroviário no Brasil foi tema de debate em audiência pública realizada nesta terça-feira (8) na Comissão de Infraestrutura do Senado Federal. Durante a audiência, o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, disse que o aeroporto de Vitória pode ser privatizado.

Durante a audiência, o ministro falou dos novos projetos que serão apresentados ao Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e precisam ser qualificados e, posteriormente, concedidos.

Segundo o ministro, a próxima reunião do conselho está prevista para o fim de mês de agosto, quando serão apresentados três blocos de aeroportos, rodovia e novos terminais portuários. “A nossa proposta é fazer a concessão em bloco, diferente das rodadas anteriores, mas a definição do modelo e quais aeroportos ainda serão definidos, respeitando a saúde financeira da Infraero” pontuou Quintella.

Entrariam no bloco, além do aeroporto Eurico Salles, em Vitória, o Santos Dumont (RJ) e da Pampulha (MG). Outros menores, como o de Macaé, Jacarepaguá e Carlos Prates também tem possibilidade de serem concedidos a iniciativa privada.

Para o ministro, os investimentos em infraestrutura são importantes para aumentar a eficiência e a competitividade da economia do país, integrar o território nacional, desenvolver as fronteiras agrícolas e minerais, além de gerar de empregos.

O governo ainda estuda a medida. Vale lembrar que o aeroporto de Vitória, que passa por obras de ampliação, deve ficar pronto ainda no final de 2017.

Direto da Redação, com informações do Ministério dos Transportes
Record News ES / Rede SIM