Lázaro Ramos chora com drama de professora vítima de racismo

Lázaro Ramos não conseguiu segurar as lágrimas ao entrevistar Diva Guimarães, a professora de Educação Física aposentada que, em 2017, protagonizou o momento mais emocionate da Flip (Feira Literária Internacional de Paraty). Na ocasião, ela revelou um episódio de racismo sofrido em um internato de São Paulo.

— Eu consegui naquele momento me libertar de uma coisa que eu carreguei 72 anos na minha vida que só me atrapalhou.

Em quase 30 minutos de conversa, a convidada relatou as perseguições que sofreu por ser negra e de origem humilde.

Dona Diva contou que desde criança queria se professora; para ela, uma oportunidade de não deixar ninguém fazer com crianças negras, indígenas e pobres da periferia o que fizeram com ela no passado. No entanto, ao atuar na carreira, disse que não foi bem vista pelos colegas de profissão.

Clique aqui e leia mais! 

Fonte: R7.com