Ipem flagra mais de 100 caminhões sem tacógrafo na BR 101 em Linhares

Dando continuidade à ação de fiscalização de cronotacógrafos – mais conhecidos como tacógrafos –, o Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Espírito Santo (Ipem-ES) verificou 1.357 veículos, entre segunda (16) e sexta-feira (20), no Posto de Fiscalização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em Linhares.

Do total de veículos fiscalizados, 104 (7,68%) foram notificados por falta de certificação do tacógrafo ou por estarem com a certificação vencida.

O tacógrafo é um instrumento que indica e registra dados importantes sobre a condução dos veículos, como a distância percorrida, tempos de parada, direção e velocidade desenvolvida. Seu uso é obrigatório em veículos de transporte escolar ou de passageiros com mais de 10 lugares; de carga com peso bruto total superior a 4.536 kg; de transporte de produtos perigosos e tratores de roda, esteira ou misto que desenvolvam velocidade acima de 60 km/h. Além do uso obrigatório, o tacógrafo deve passar por verificação metrológica realizada pelo Ipem-ES e por postos autorizados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) no Estado.