Hino da Uefa

Até recentemente o futebol brasileiro era regido por samba, batuques e aquelas marchinhas da Copa do Mundo. Hoje o conceito musical no futebol brasileiro está mudando por força da execução, nos canais de TV, do Hino da UEFA.

O brasileiro que é apaixonado pelo esporte Bretão acompanha os principais jogos da UEFA, principalmente pelos canais populares. Então as chamadas, e antes dos jogos, todos ouvem o tal hino. Muitos jogadores já o sabem de cor, principalmente dos times que “frequentam” o torneio.

Na realidade o hino traz uma emoção à parte, pois é executado no estilo clássico. E foi constatado que o clássico condiz com o esporte. Nossa emoção sempre parou num chorinho, num samba e num batuque aliados as imagens do nosso futebol. Muito sem emoção.

Hoje as “chamadas de jogos da UEFA” são frequentes com a Hino da Uefa. Tem TV aqui no Brasil que nem texto tem para locução, só deixa o hino. E a emoção toma conta. Mas não poderia ser diferente, lá é primeiro mundo e nós estamos aprendendo sempre.

O Hino da Uefa é uma adaptação. O compositor-regente inglês Tony Britten, professor graduado do Royal College Of Music criou o hino, baseado no clássico “Zadok the Priest”, de Frideric Hendel.

Nos anos 90, Britten foi contratado pela Liga dos Campeões para fazer o hino e juntamente com o Royal Philharmonic Orchestra, mais o coro da Academia Saint Martin, criaram o hino. Ele tem três versões, inglês, alemão e Frances. Aliás, esses são os idiomas oficiais usados pela UEFA

PARABÓLICAS

A CBN Vix está com um time muito bom de apresentadores e repórteres, todos sob comando da Fernandinha Queiroz.

Edu Henning continua com seu projeto Sócio de Carteirinha, trazendo bons nomes da musica em Vitoria.

A Tropical FM comemorou mais um IBOPE em primeiro lugar na Grande Vitoria.

A Diocesana de Cachoeiro, a famosa radio do Aquidaban comemora a migração do AM para o FM. Gol da Igreja Católica

MENSAGEM FINAL

“O segredo da felicidade não é fazer sempre o que se quer, mas querer sempre o que se faz” Liev Tolstói.