Greve dos rodoviários deve ser encerrada nesta quarta-feira

A greve dos trabalhadores do transporte público da Grande Vitória, que já dura 16 dias, deve ser encerrada nesta quarta-feira (10). Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Espírito Santo (Sindirodoviários-ES), independente do resultado da reunião que decidirá sobre o reajuste salarial da categoria, a frota de ônibus volta a circular normalmente ainda hoje.

A audiência entre representantes dos rodoviários e Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus) acontece a partir das 13h30 no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em Vitória.

Motoristas e cobradores de ônibus do Transcol e das linhas municipais de Vitória e Vila Velha pedem reajuste de 5% nos salários, além de outros benefícios no ticket refeição e plano de saúde. Porém, o sindicato patronal oferece reajuste de 1,83%.

Por nota, o GVBus disse que não tem como atender o pedido dos trabalhadores. Agora fica a cargo da Justiça resolver o impasse.

Ônibus lotados

Nos terminais e pontos de ônibus espalhados na região metropolitana o que mais se viu nestes dias de greve foi reclamação. Usuários dos coletivos tiveram de enfrentar ônibus lotados e atrasados. A espera nos terminais e nos pontos dos bairros também foi grande. Muitas pessoas também optaram pelo transporte de táxis e carros de aplicativos, para não perder o horário de compromissos.

Por outro lado, muitas pessoas também apoiaram o movimento dos trabalhadores e torcem para que a situação seja logo resolvida.

Prejuízo no Comércio

A Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomércio) estima que a paralisação pode gerar uma queda de movimento nas lojas em torno de 30 a 40%, variando de acordo com a localização do comércio.

Considerando os principais municípios atingidos pela paralisação (Vitória, Vila Velha, Viana, Serra e Cariacica), a Fecomércio-ES disse que esse prejuízo pode chegar até R$ 15 milhões por dia.

Direto da Redação
Record News ES / Rede SIM