Governador inaugura Escola Viva de São Gabriel da Palha e anuncia construção de ginásio em Nova Venécia

Recebido com muita alegria, o governador Paulo Hartung inaugurou, na manhã de sexta-feira (16), o Centro Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral São Gabriel da Palha, unidade do programa Escola Viva. Acompanhado pelo vice-governador César Colnago e pelo secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha, conheceu os espaços e ouviu dos estudantes um pouco mais sobre como estão construindo seus projetos de vida.

Após ser recebido por um extenso corredor de palmas, o governador Paulo Hartung percorreu toda escola, que foi apresentada pelos estudantes Jordana Mauri Schmidt, Laiza Schimidt Montovaneli, Bernardo Dalsim Lacerda e Laisnara de Jesus Silva.  Eles contaram o que mudou a partir da escolha de estudar nesse novo modelo de escola.

Durante a solenidade de inauguração, o governador Paulo Hartung enfatizou a necessidade de a educação pública avançar e destacou que a Escola Viva é contemporânea e atrativa aos jovens. Para o governador, a educação e o acesso ao saber são as maiores heranças que uma família pode deixar para as futuras gerações. “O mundo está em uma constante mudança e com uma velocidade extraordinária. Tudo isso por causa do conhecimento e da inovação humana. O que podemos entregar de mais valioso para as futuras gerações é o acesso ao conhecimento. Nosso sonho é transformar o Espírito Santo no melhor ensino público do país e, consequentemente, com os jovens mais qualificados do Brasil”, destacou.

Para a diretora da escola, Edna Bonomo, a visita do governador na escola é muito importante e motiva os estudantes. “Já é nítida a presença do protagonismo nos nossos estudantes, mesmo tendo sido iniciado o programa neste ano. Todos estavam eufóricos com a visita. Nossos estudantes puderam conhecer e ver de perto o governador, que é quem trouxe essa oportunidade do programa vir para São Gabriel da Palha”, disse.

“Essa é uma escola que dá voz ao aluno, que trabalha os nossos projetos de vida com atividades e eletivas que ajudam a desenvolver nossos sonhos. Essa escola além de ser acolhedora e muito legal, ela pode nos dar um futuro muito bom e nos prepara para o mercado de trabalho”, contou o estudante Maressa Emilly Goldner Salvalaio.

“É uma emoção grandiosa ver essa escola bonita e abraçando a metodologia da Escola Viva. É muito bom ver os estudantes podendo sonhar com o futuro e uma profissão, podendo seguir e traçar o seu próprio caminho. Estamos encantados”, comemorou o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha.

A Escola Viva São Gabriel da Palha fica no bairro São Vicente e iniciou as atividades, em tempo integral, neste ano, com a abertura de 700 vagas para estudantes do Ensino Médio, proporcionando um leque de oportunidades para os jovens capixabas.

A unidade é composta por 16 salas de aula; sala de professores, biblioteca; dois laboratórios de informática; laboratório de química/biologia; laboratório de física/matemática; sala de Artes; sala de rádio/grêmio; auditório; sala de recursos, refeitório, pátio coberto, quadra poliesportiva, vestiário, entre outros espaços.

Escola Dom Daniel Comboni terá ginásio poliesportivo

Também na sexta-feira (16), o governador Paulo Hartung esteve em Nova Venécia, onde assinou a ordem de serviço para a construção do ginásio poliesportivo da Escola Estadual Dom Daniel Comboni.

Será investido R$ 1.938.818,98 para a construção do ginásio poliesportivo, de vestiários e de uma subestação de energia. As obras terão início ainda neste mês de março, com previsão de conclusão em 270 dias.

Para o diretor da escola, Hélio Pettene, “essa é uma conquista para nossa comunidade. Com o ginásio a escola irá desenvolver o bem-estar social e individual não só dos estudantes, mas de toda a comunidade. Espero que possamos alcançar bons resultados tanto na área esportiva como na área pedagógica”.

Escola Viva

Ofertando mais 20 mil vagas para estudantes de várias regiões do Espírito Santo, o programa Escola Viva está proporcionando um leque de oportunidades para os jovens capixabas. São 32 unidades de tempo integral, em 23 municípios do Estado. Até 2030, serão 300 unidades Escola Viva atendendo todos os jovens capixabas do Ensino Médio.

A Escola Viva nasceu para ser uma escola de educação integral, com experiências educacionais amplas e profundas. Formar jovens capazes de realizar sonhos, competentes no que fazem e solidários com o mundo em que vivem. É com esses objetivos que o programa Escola Viva foi implantado e está sendo ampliado na rede pública estadual.

O Programa de Escolas Estaduais de Ensino Médio em Turno Único, denominado “Escola Viva”, foi instituído pela Lei Complementar Nº 799.

A Escola Viva possui um conjunto de inovações: acolhimento aos estudantes, às equipes escolares e às famílias; avaliação diagnóstica/nivelamento; disciplinas eletivas; salas temáticas; ênfase práticas em laboratórios; tecnologia de gestão educacional; tutoria; aulas de projeto de vida; aulas de práticas e vivências em protagonismo; aula de estudo orientado; e aprofundamento de estudo (preparação acadêmica/mundo do trabalho).

Além da estrutura diferenciada e do currículo inovador, na Escola Viva os profissionais possuem dedicação integral e o tempo que o aluno permanece na escola é de 9 horas e 30 minutos. A carga horária é das 7h30 às 17 horas, sendo 1 hora e 20 minutos para o almoço e dois intervalos de 20 minutos para o lanche, ofertados dentro da escola.

Direto da redação, com informações da SEDU