Ex-Botafogo, Jobson é preso no Pará acusado de estuprar quatro adolescentes

Atacante ainda poderia estar envolvido em um quinto caso de estupro

O atacante Jobson foi preso preventivamente nesta quinta-feira (23) pela Polícia Civil do Pará acusado de ter estuprado quatro adolescentes após convidá-las para uma festa e oferecê-las bebidas e entorpecentes. O ex-jogador do Botafogo foi detido em sua residência, na cidade de Couto Magalhães, Oeste do Tocantins, e não ofereceu resistência.

Para piorara a situação de Jobson, ele também estaria sendo acusado por um quinto estupro, que ainda está sendo investigado na ação liderada pelo delegado Rodrigo Motta.

“Ele aliciava as garotas para fazer festas com bebidas e drogas e as levava para sua chácara ou para outros lugares. São quatro adolescentes, uma vai completar 13 anos, a outra já tem 13 anos completos e as outras duas têm 14 anos completos”, explicou Motta.

Segundo nota divulgada pela Polícia Civil do Pará, o inquérito foi instaurado há uma semana, depois que uma das vítimas denunciou que fotos pornográficas suas estavam circulando nas redes sociais.

Jobson está proibido pela Fifa de atuar profissionalmente depois de ter recusado a fazer um exame antidoping surpresa na época em que atuava pelo Al Ittihad, da Arábia Saudita. Sua punição vale até 31 de março de 2018 e seu último recurso foi negado pela Corte Arbitral de Esporte em março, quando ele tinha esperanças em voltar a vestir a camisa do Botafogo.

Clique aqui e leia mais!

 

Fonte: R7
Foto: Reprodução