Estado de alerta para inundações em Colatina e Linhares

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) divulgou que o município de Colatina, no Noroeste do Estado, é o próximo local em que o rio Doce vai atingir a cota de inundação neste período de cheia. Segundo a previsão publicada nesta quinta-feira (8), no boletim de monitoramento da Bacia do Rio Doce, o rio vai transbordar ainda nesta tarde. Outro ponto que merece atenção é Linhares, onde o rio atingiu a cota de inundação e transbordou na madrugada de terça-feira, dia 6 e deve continuar subindo.

Em Colatina, o nível de alerta do rio Doce é de 5,7 m, sendo que o nível de inundação, prestes a ser atingido,fica a 6,20 m.

Foto: Eduardo F. Casotti
Foto: Eduardo F. Casotti

De acordo com Artur Matos, engenheiro hidrólogo da CPRM, responsável pelo Sistema de Alerta Hidrológico da Bacia do Rio Doce (SAH Rio Doce), a água que causou enchente em Governador Valadares e Tumiritinga vai impactar em Colatina, causando a enchente. “Já foi encaminhado o alerta com as previsões para Defesa Civil para proteção da população”, relatou.

No rio Doce, os municípios inundados estão com tendência de queda. Os níveis em Governador Valadares, onde o rio está a 4,15 metros, bem acima do nível de inundação de 3,60 metros, mas com tendência a cair nas próximas horas. Em Tumiritinga,Galiléia,Resplendor,Conselheiro Pena,Aimorés e BaixoGuandu, o nível do rio está com tendência a se manter estável nas próximas horas e cair posteriormente. Atualmente está a 4,86m, também acima dos 4,50 metros, nível de inundação.

Os dados hidrológicos utilizados neste boletim são provenientes da Rede Hidrometeorológica Nacional operada pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e de responsabilidade da Agência Nacional de Águas (ANA), e demais parceiros.

Direto da Redação, com informações do CPRM
Record News ES / Rede SIM