Escola de Cachoeiro recebe peça de teatro nacional

A escola municipal “Professora Juracy Cruz”, que atende a comunidade do bairro São Luiz Gonzaga e região, em Cachoeiro, recebe nesta quarta (26) a peça teatral “Circo dos Brinquedos”, que percorre 14 cidades dos estados do Espírito Santo, Tocantins, Rio Grande do Norte e Ceará.

O espetáculo nacional pode ser conferido gratuitamente por alunos, pais e familiares nos turnos matutino e vespertino. A apresentação em Cachoeiro é fruto de parceria da prefeitura com a empresa EDP, que desenvolve o projeto EDP nas Escolas.

O objetivo da atração é resgatar os passatempos tradicionais brasileiros e reforçar a necessidade de cuidados com a rede elétrica na hora de brincar. Uma performance que une as artes circenses e o teatro, com intuito de conscientizar jovens e crianças para o cuidado com as brincadeiras e para a valorização de brinquedos e brincadeiras populares.

O projeto também capacita professores das escolas participantes com conteúdo sobre valores e cidadania; energia e consumo; e gestão de resíduos sólidos para que os alunos se tornem agentes multiplicadores do que é aprendido em sala de aula. Cinco escolas capixabas foram contempladas pela iniciativa.

“As crianças são beneficiadas não só com teatro, mas participam de concursos focado nelas e nos professores. Além disso, recebem todo o kit de material escolar, com mochila, lápis de cor, caderno, livro de história, cola, lápis, apontador, borracha, régua e bolsinha de lápis. Ajuda principalmente os pais que não têm condições financeiras de arcar com o material”, conta Mirielli Mendonça, gestora da escola “Juracy Cruz”.

Educação e arte trabalhando juntas

O instituto EDP, por sua vez, acredita que iniciativas como essas melhoram o ambiente escolar e trazem à tona o tema da infância, na intenção de resgatar em educadores e adultos em geral o compromisso de compartilhar com os alunos aspectos importantes da trajetória de suas vidas.

“A arte e o entretenimento são vetores de transformação e incentivo ao desenvolvimento sociocultural. Assim, ao promover apresentações com essa abordagem, contribuímos com a conscientização, o interesse pelo aprendizado e, de forma divertida, auxiliamos na formação dos futuros cidadãos”, afirma Paulo Ramicelli, assessor do Instituto EDP.

Com informações da PMCI