Dua Lipa fala sobre a cultura sexista na indústria musical

A britânica Dua Lipa estampará a capa da edição de maio da revista GQ, e, durante a entrevista, não poupou palavras para expor o sexismo no mundo artístico e o quanto isso torna difícil para uma mulher seguir na indústria do entretenimento.

“Para uma artista mulher, é preciso muito mais para ser levada a sério se você não está sentada num piano ou se não está com uma guitarra, sabe?”, explicou a cantora. “Para um homem, as pessoas assumem imediatamente que eles mesmos escreveram suas próprias músicas, mas com as mulheres, se conclui que foi tudo fabricado.”

A cantora também ressaltou a importância do movimento “#MeToo” (Eu Também), que tem sido muito exposto por artistas na intenção de apontar os casos de assédio sexual, principalmente em locais de trabalho.

Clique aqui e continue lendo! 

Fonte: R7.com