Desesperado, piloto pediu ajuda a controladora de voo antes da tragédia com Chapecoense: “Ajudem-nos”

O piloto do avião da LaMia, Miguel Quiroga, informou sobre falha elétrica total e, pouco tempo depois, falta de combustível em um diálogo desesperado com uma controladora de voo do aeroporto de Medellín pouco antes da tragédia. Quiroga implorou: “Ajudem-nos”. O áudio, em espanhol, é da rádio “Blu Radio”, da Colômbia.

A aeronave que Quiroga comandava levava o time da Chapecoense para a final da Copa Sul-Americana, jornalistas e a tripulação para Medellín quando caiu na última terça-feira (29), deixando 71 mortos e seis sobreviventes.

Questionado pela controladora de voo sobre a altitude em que estava, Quiroga respondeu: “9.000 pés, senhorita. Vetores, precisamos dos vetores [iluminação que mostra o caminho até a pista]”. Sem ter o que fazer, a controladora responde: “Você está 8.2 milhas da pista [o equivalente a pouco mais de 13 km]”. O piloto implora: “Ajudem-nos”.

A controladora pergunta: “Que altitude você tem agora?”. O piloto da LaMia, porém, não responde mais.

O avião que vitimou integrantes da Chapecoense, jornalistas e tripulação perdeu contato com a torre de comando quando sobrevoava as cidades de La Ceja e Aberrojal, à 0h33 (pelo horário de Brasília). A queda aconteceu 42 minutos depois de acordo com as primeiras investigações das autoridades colombianas.

Clique aqui e leia mais!

Fonte: R7.com