Dante Michelini ganhará faixa exclusiva para ônibus ainda neste mês

Para auxiliar na fluidez do trânsito e melhorar o tempo dos ônibus que trafegam na avenida Dante Michelini, a via ganhará uma faixa exclusiva para o transporte público coletivo: a Linha Verde.

A via receberá câmeras para fiscalizar o tráfego, sinalização horizontal e vertical e trabalho de educação e conscientização de motoristas ainda este mês.

A faixa funcionará entre o píer de Iemanjá e o cruzamento da Dante Michelini com a avenida Norte-Sul (sentido Jardim Camburi). A extensão será de 3,8 quilômetros. A faixa exclusiva será a da direita, em função dos pontos de ônibus estarem nesse lado da pista. Nesse trecho, a via possui três faixas de rolamento, além das faixas de conversão à esquerda. A fiscalização da Linha Verde será feita por 16 câmeras de monitoramento.

Estrutura

A Linha Verde na avenida Dante Michelini ganhará placas e sinalização horizontal, com pintura no pavimento de legendas como “Linha Verde” e “Só ônibus”. O modelo já é adotado na avenida Desembargador Santos Neves, na Praia do Canto.

A faixa vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 6 às 20 horas, e aos sábados, das 6 às 14 horas. O automóvel que transitar nela estará cometendo infração de trânsito média, com multa no valor de R$ 195,23 e 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Mudança

Segundo o secretário municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana, Tyago Hoffmann, a implantação da Linha Verde cria um espaço privilegiado para o transporte coletivo. Ele destacou que a implantação será aos poucos, pois é uma mudança cultural.

“Nossa prioridade é o transporte público, uma vez que ele transporta cerca de 60% das pessoas nos horários com maior fluxo. Além disso, é muito mais sustentável que o transporte individual. Por isso, o nome do projeto é Linha Verde, para lembrar que, ao investirmos no transporte público, estamos investindo também no meio ambiente e no desenvolvimento sustentável da cidade”.

Novos trechos

O objetivo é gradativamente ampliar os corredores exclusivos de ônibus para outros lugares. A Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran) avalia novos trechos para a implantação do sistema, como no sentido contrário da Dante Michelini (trecho da Norte Sul até a Ponte de Camburi), avenida Fernando Ferrari (trecho da Ponte da Passagem até o aeroporto) e avenida Beira-Mar.

Direto da redação com informações da Prefeitura de Vitória