Capixaba é enviado ao Congo em Missão de Paz da ONU

O advogado capixaba e especialista em Direitos Humanos, Gabriel Alves de Faria, foi selecionado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para participar da Missão de Paz na República Democrática do Congo como Oficial de Direitos Humanos.

Em meio ao conflito do país, ele será responsável por coletar dados junto à comunidade local sobre possíveis violações de direitos humanos cometidas pelo Estado Congolês e grupos armados organizados. Ele escreverá relatórios e pressionará o Estado para que respeitem suas obrigações legais internacionais. Além disso, Gabriel irá dar treinamento a ONGs locais, fazer reuniões com políticos e conectar o trabalho de diferentes agências da ONU com a sociedade civil nacional e internacional. Ele embarca rumo ao Congo no final de abril.

Gabriel tem 29 anos, é formado em Direito pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), com Mestrados na Holanda, em Direitos Humanos, e na Suíça, em Direito Humanitário. Durante sua trajetória profissional, já trabalhou na Organização dos Estados Americanos (Comissão Interamericana de Direitos Humanos) em Washington DC e na ONU em Genebra.

Not Only Voices

Gabriel é o fundador da iniciativa sem fins lucrativos “Not Only Voices”, que tem como objetivo conectar defensores dos direitos humanos pelo mundo e discutir desafios sociais e legais contemporâneos.

O projeto piloto começou em 2015, focado na situação da comunidade lésbica, gay, bissexual, trans e intersexual (LGBTI) no Sudeste Asiático. Ele viajou com outros colaboradores para a Tailândia, Mianmar, Cingapura, Indonésia e Vietnã e entrevistou cerca de 80 pessoas LGBTI e apoiadores pela região. As entrevistas conectam a situação LGBTI no local com diferentes assuntos, como fé, saúde, família, ativismo, legislação, etc.

Direto da Redação
Record News ES / Rede SIM