Autópsia aponta que Chester Bennignton tinha bebido pouco e não estava drogado

Chester Bennington se suicidou após beber uma pequena quantidade de cerveja, revelou o relatório de sua autópsia, segundo o The Sun. Os detalhes divulgados na noite de terça-feira (5) mostraram que um dos testes apontou vestígios de MDMA em seu sistema, embora outros testes não encontraram vestígios da droga.

De acordo com relatórios de toxicologia, o sangue do cantor testou “positivo presuntivo” para MDMA (ecstasy) em um teste. No entanto, dois testes subsequentes não detectaram a droga, e a conclusão final foi que Chester não estava sob a influência de drogas quando ele morreu.

Clique aqui e continue lendo!

Fonte: R7.com