Assessor do Fluminense e presidente da Raça Fla são presos

O assessor de imprensa da presidência do Fluminense, o presidente de uma torcida organizada do Flamengo e um executivo de uma empresa de ingressos são alvos da operação Limpidus, da polícia civil do Rio de Janeiro, que investiga repasse  indevido de ingressos  para cambistas e torcidas organizadas que estão proibidas pela Justiça de entrar nos estádios.

Segundo a polícia, Artur Mahmoud, assessor do Fluminense; Alesson Galbão de Souza, presidente da Raça Fla e Leandro Schiling, da empresa Imply, fabricante de ingressos para jogos de futebol foram presos.

Clique aqui e leia mais!

Fonte: R7.com