Advogado suspeito de agredir ex-mulher é preso em bairro nobre de Vitória

Agentes da Guarda Civil Municipal de Vitória deram voz de prisão ao advogado Lúcio Giovanni Santos Bianchi, de 35 anos, na manhã desta quarta-feira (20), suspeito de agredir a ex-mulher em uma Rua de Jardim Camburi.

A vítima, que possui medida protetiva e dispõe de botão do pânico contra o acusado, chegou a ter o equipamento retirado de suas mãos pelo criminoso durante a agressão, para que ela não acionasse a Patrulha Maria da Penha. O homem foi detido no local.

A secretária de Cidadania e Direitos Humanos, Nara Borgo, explicou que todas as mulheres que recebem o equipamento têm acompanhamento da equipe psicossocial do Centro de Referência e Atendimento à Mulher em Situação de Violência e recebem orientações sobre o funcionamento do botão.

Com informações da Prefeitura de Vitória